23ª Meia Maratona de Lisboa… On the rocks

30 Mar

Realizou-se no passado domingo, 24 de Março, mais uma edição da emblemática prova de atletismo que, uma vez por ano, permite a travessia da Ponte 25 de Abril a largos milhares de participantes.

Inserida na festa popular, realiza-se uma prova destinada a participantes em cadeiras de rodas. A organização, em harmonia com o patrocinador, tem tentado trazer a Lisboa alguns dos melhores valores mundiais nesta disciplina.

Sabendo à partida tratar-se de um percurso rápido e portanto, propício à obtenção de bons tempos, várias têm sido as tentativas para se estabelecerem novos máximos na prova lisboeta. Este ano não foi excepção havendo mesmo por parte de um dos atletas de topo uma declaração nesse sentido. Ia tentar estabelecer um novo recorde mundial.

Hélder Mestre, um dos autores deste blogue, participante na prova, acompanhado pelas melhores atletas portuguesas da distância, Sara Moreira e Dulce Félix.

Hélder Mestre, um dos autores deste blogue, participante na prova, acompanhado pelas actuais melhores atletas portuguesas da distância, Sara Moreira e Dulce Félix.

 

Na sexta-feira foi emitido um comunicado onde era anunciado uma “ligeiríssima” alteração do traçado na Avenida da Ribeira das Naus (entre o Cais do Sodré e o Terreiro do Paço).

Os atletas iriam passar pelo novo traçado da via, mais junto ao Tejo, numa extensão de 230 metros. Esta via seria inaugurada no sábado às 12 horas.

O que a organização não esperava foi a chuva intensa que caiu nos últimos dias e que, conjuntamente com os milhares de carros que atravessaram o novo traçado, criaram verdadeiras crateras no recente inaugurado troço.

Avenida Ribeira das Naus

Avenida Ribeira das Naus

Uma rápida avaliação deu como viável a sua passagem pelos atletas “bípedes”.

Na prova de cadeira de rodas provocou, no entanto, legítimas e fundadas preocupações.

O material de que estas são feitas, apesar de extremamente caras, não as torna mais estáveis, bem pelo contrário. As irregularidades que se adivinhavam carregaram o semblante de todos os participantes.

As tentativas efectuadas junto da organização, no sentido de se encontrar uma solução alternativa não tiveram acolhimento positivo, nem mesmo a proposta no sentido de se utilizar o troço antigo.

Ficou o sentimento geral de que a única maneira de evitar males maiores seria fazer a travessia do troço a uma velocidade muito moderada.

Desta forma preservava-se a integridade de todos os participantes. Claro que qualquer pretensão a melhores tempos mundiais também iria por água abaixo.

Na manhã da prova a situação manteve-se na mesma, embora tenha sido colocada alguma gravilha nas crateras mais profundas.

Durante a prova todos os atletas efectuaram as duas passagens sem qualquer problema. Os tempos finais reflectiram, no entanto, o cuidado posto na travessia do troço problemático.

Esta situação teria sido evitada se a inauguração do novo troço não tivesse ocorrido tão em “cima da hora” e se tivesse havido por parte dos responsáveis um acompanhamento do estado do piso, com uma equipa de intervenção em caso de necessidade.

No entanto, apesar destes constrangimentos que teriam sido perfeitamente evitáveis se tivesse havido um planeamento atempado que contemplasse soluções alternativas, a prova lisboeta não deixa de ser a «mais importante meia maratona do mundo», como afirmou o presidente da AIMS – Association of International Marathons and Distance Races, Paco Borao.

Aconselhamos a ler o post editado há quatro dias atrás pelo blogue “Cidadania Lx” sobre (precisamente!) o pavimento da nova Avenida da Ribeira das Naus que abordámos neste post: http://cidadanialx.blogspot.pt/2013/03/pavimento-da-nova-avenida-da-ribeira.html.

Anúncios

Uma resposta to “23ª Meia Maratona de Lisboa… On the rocks”

  1. jmartins 5 AbrilUTC000 às 140430 #

    Na rotunda de Moscavide e nos acessos, é uma aventura andar-se a pé ou de cadeira de rodas. merecia uma resportagem até porque é junto à zona nova do parque das nações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: