“Cada um de nós irá sofrer algum tipo de deficiência ao longo da vida…”

23 Jan

deficiencia5

Cada um de nós irá sofrer algum tipo de deficiência ao longo da vida – seja ela temporária ou permanente. Esta reflexão vital foi o mote de partida utilizado por Brian Kearney-Grieve, director executivo do Programa para a Conciliação e Direitos Humanos da Atlantic Philanthropies, na conferência sobre Deficiência e Inclusão realizada no passado dia 11 de Novembro na Fundação Calouste Gulbenkian (FCG).

A conferência foi organizada pela Fundação e pelo Centro Europeu de Fundações (EFC), com o apoio do Centro Português de Fundações.

Sofia Lourenço, gestora de políticas na Comissão Europeia, referenciou a temática das políticas europeias para a deficiência defendendo a ” acessibilidade como pré-requisito para uma participação total na sociedade e para o pleno exercício dos direitos fundamentais das pessoas com deficiência…”, e, afirmou que “…a falta de condições de acessibilidade pode representar uma barreira impeditiva para as pessoas com deficiência de exercerem plenamente os seus direitos fundamentais, incluindo os de cidadania da União Europeia, limitando a sua participação e liberdade no acesso ao emprego, educação e formação, saúde, desporto, lazer, actividades culturais e recreativas”. Esta ideia foi corroborada por Carmen Arroyo de Sande, do EFC, ao afirmar a necessidade da criação de uma sociedade acessível a todos e, o papel primordial das pessoas com deficiência na defesa dos seus direitos.

Miguel Palha, Jorge Casimiro, Jorge Falcato Simões, Vera Bonvalot e Salvador Mendes de Almeida apresentaram experiências e pontos de vista sobre questões relativas às acessibilidades, comunicação e informação para a inclusão das pessoas com deficiência, sublinhando a importância de passar à acção.

Neste dia a Fundação a recebeu a distinção Selo Acesso que reconhece o esforço na criação de melhores condições de acessibilidade para quem tem necessidades especiais. A administradora da Fundação, Isabel Mota, recebeu o prémio orgulhosa, e deixou a promessa de que a Gulbenkian continuará a melhorar as suas estruturas para que possa ser cada vez mais acessível a todos.

Acessibilidades na Gulbenkian  

O que mudou?

A directora-adjunta dos Serviços Centrais da Fundação, Maria João Botelho, que assumiu um papel fundamental nas mudanças progressivas verificadas desde há pelo menos dez anos nas condições de acessibilidade da FCG, assegura que um processo desta natureza começa antes de mais pela vontade de mudar, causa que motivou a Fundação a assumir este desafio.

As dificuldades sentidas ao longo desta mudança estiveram associadas com a necessidade e vontade da Fundação em manter o respeito pelo projecto arquitectónico original e, pela sua classificação como monumento nacional.

Assim, as primeiras alterações visíveis foram verificadas em 2011 nos jardins, com a construção de novos caminhos e novos acessos aos espaços exteriores da Fundação, mais favoráveis a quem tem dificuldades de mobilidade. Em seguida o edifício Sede revelou também melhorias, como uma nova rampa de entrada. Em todo o edifício e no Jardim foram acrescentadas novas sinalizações mais claras e abrangentes; estacionamento para pessoas com mobilidade reduzida; rampas e, em certas zonas, piso táctil. As alterações estão expostas no Guia Acesso, também disponível em braille, na Fundação. 

Estas mudanças foram motivadas não só pela vontade intrínseca da Fundação, mas também pelas recomendações realizadas pela equipa do Selo Acesso, criada em 2010 por membros da Fundação Liga e do Centro Português de Design.

Anúncios

Uma resposta to ““Cada um de nós irá sofrer algum tipo de deficiência ao longo da vida…””

  1. Madalena Brandão 5 JaneiroUTC000 às 140130 #

    Adorei o post..fantático..parabens Fundação Colouste Gulbenkian 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: