O Direito a Compreender

30 Abr

Uma foto a preto e branco de uma criança com os cotovelos apoiados e mãos no queixo, com ar pensativo.

 

Uma das maiores frustrações que um ser humano pode enfrentar é não perceber o que lhe é dito, ou aquilo que lê.

E não são só as pessoas com pouca instrução, ou pessoas com dificuldades de aprendizagem ou deficiência mental que NÃO entendem os textos de vida corrente, como as cartas das finanças, dos bancos ou da conta da electricidade, uma notícia de um jornal, o folheto informativo de um medicamento, ou o texto presente numa exposição cultural.

 

Como resolver este grave problema de grande parte da população portuguesa?

A solução passa por utilizar uma linguagem simples.

 

Porquê utilizar uma linguagem simples?

A informação simples, logo, acessível, ajuda as pessoas a saberem aquilo que precisam.

Ajuda-as a decidir e a fazer escolhas. Se as pessoas não recebem informação de qualidade, ficam excluídas. Não vão poder participar em muitas actividades. E vão depender de outras pessoas para fazer escolhas ou decidir por elas, perdendo a sua independência.

Produzir  informação fácil de ler e de perceber, é produzir informação de qualidade.

 

Informação acessível = Informação fácil de ler e de entender

 

Assim, para conseguirmos atingir o objectivo de escrever de uma forma simples e compreensível, devemos tentar seguir as seguintes orientações, relativamente ao texto e ao design:

  • Informe-se o mais possível sobre as pessoas que vão usar a informação que está a fazer e sobre as suas necessidades. Assim vai utilizar sempre a linguagem certa para as pessoas que vão ler a sua informação. Por exemplo, não use linguagem infantil se a informação for para adultos.
  • Escolha o melhor formato para sua informação. Por exemplo, a informação num CD ou num DVD pode ser mais fácil de entender do que a informação escrita.
  • Não se esqueça que as pessoas que vão usar a informação podem não saber muito sobre o assunto. Assim, deve explicar o assunto de forma clara e explicar as palavras mais difíceis que precisa de usar.
  • Não use palavras difíceis. Se precisar de usar palavras difíceis, explique-as.
  • Use exemplos para explicar as ideias ou palavras. Tente usar exemplos que as pessoas possam relacionar com a sua vida do dia-a-dia.
  • Use sempre a mesma palavra para descrever a mesma coisa em todo o documento.
  • Não use palavras de outras línguas, a não ser que sejam palavras técnicas ou muito conhecidas, como por exemplo, a palavra inglesa “CD-ROM”.
  • Evite usar iniciais ou abreviaturas. Se precisar de usar iniciais, explique-as. Por exemplo, se escrever “ONU”, explique que quer dizer “Organização das Nações Unidas”.
  • As percentagens (63%) e os números muito grandes (1.758.625) são difíceis de perceber. Evite usar percentagens e números muito grandes. Use palavras como “muito” ou “pouco” para explicar o que quer dizer.
  • Um texto é melhor lido se estiver alinhado à esquerda (exemplo: o presente texto está escrito com este tipo de alinhamento)
  • Use uma letra que tenha um tamanho visível para pessoas com maiores dificuldades visuais, e um tipo de letra com uma forma de fácil leitura visual.
  • Tenha em atenção as cores da letra e do fundo do texto (é fundamental que exista contraste entre cor da letra e a cor do fundo).

 

Uma forma de testar se o seu texto está escrito e é lido de uma forma simples e compreensível é pedir a pessoas com capacidades e experiências diferentes, individualmente e em grupo, para lerem o texto.

Se quiser saber mais acerca deste tema:

 

  • Leia o documento “Informação para todos. Regras Europeias. (2013)” presente no lado direito do nosso blogue, na secção “DOCUMENTOS TOP+”.
  •  Assista à intervenção  ” O direito de compreender “, de uma das grandes especialistas portuguesas sobre linguagem simples, Sandra Fisher-Martins, fundadora da empresa “Português Claro” que também convidamos a conhecer através do seguinte site http://portuguesclaro.pt/.
   

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: