Os Bastidores da Culturgest

25 Jun

Edificio da CGD com cor branca. Mostra a entrada para a fundação culturgest. Tem uma fitas de cor azul e verde

A convite da Acesso Cultura, dois elementos do Lisboa (In)Acessível e um amigo, os três com mobilidade reduzida, participaram numa visita guiada aos bastidores da Fundação Caixa Geral de Depósitos –  Culturgest no dia 21 de Junho, pelas  15.45h. Esta visita esteve integrada na semana “Portas abertas” promovida pela Acesso Cultura entre os dias 16 e 22 de Junho de 2014.

A Fundação Culturgest, localizada no edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos (CGD), tem como atividade principal a realização de espetáculos e exposições. Paralelamente a esta atividade, desempenha um papel importante como local para o acolhimento de eventos como congressos nacionais e internacionais, colóquios, lançamentos de produtos, reuniões de vários tipos e com diversas finalidades, assembleias gerais de sociedades, enfim, eventos muito variados.

A visita ofereceu a oportunidade de conhecer o mundo mágico e desconhecido que está por detrás dos espetáculos e exposições, e a que o público normalmente não tem acesso, como as oficinas, os camarins e a caixa de palco; e a equipamentos sofisticados como o órgão de luzes, as varas, os dimmers (1) e as plataformas. 

 

Acessibilidade nos Bastidores

 

Nas OFICINAS, ou seja, no local onde é realizado todo o registo, organização e montagem de material a ser utilizado nas exposições e espetáculos. As condições de acessibilidade registadas nesta área foram as seguintes:

  • Acesso até as oficinas feito por uma rampa corretamente dimensionada.
  • Entrada principal para a oficina larga desprovida de obstáculos
  • Espaço interior desafogado
  • Portas interiores largas e funcionais

montagem de 4 fotos. 3 fotos mostras 3 salas da oficina onde contem varias pessoas a observar o material damontagem. 1 fotos mostra uma rampa comprida de acesso a oficina. o piso é preto

O GRANDE AUDITÓRIO, é uma sala de e tem uma lotação de 612 lugares. Está vocacionado para espectáculos de teatro, dança, música, ópera, cinema e congressos. As condições de acessibilidade aqui verificadas foram as seguintes:imagem da entrada para um auditorio. o piso tem aslcatifa vermelha e as paredes e portas são castanhas

  • A entrada na sala é feita por dois acessos composto por uma rampa alcatifada
  • Existem 6 lugares reservados a pessoas utilizadoras de cadeiras de rodas, localizados no corredor central da sala, com 3 lugares no lado direito do auditório e 3 lugares no lado esquerdo, devidamente identificados com o símbolo universal de acessibilidades. O acesso aos restantes corredores e lugares é efetuado por escadas.

montagem 2-2 fotos que mostram 2 pessoas, um homem e uma mulher, em cadeira de rodas nos lugares reservados no auditório. Os bancos são vermelhos e alcatifa tambem

O acesso ao palco é feito igualmente por escadas. Os visitantes com mobilidade reduzida conseguiram aceder ao palco através dos bastidores existentes por detrás do palco.

montagem 3- mostra 2 fotos do auditório e o palco. Este é maioritariamente de cor vermelha e castanho

  • O palco é constituído por uma plataforma elevatória que permite o acesso aos camarins.

imagem do palcom com os visitantes em cima. São homens, mulheres e jovens

As condições de acessibilidade encontradas nos CAMARINS foram as seguintes:

  • Existência de uma rampa na entrada principal, que é ampla.
  • Circulação fácil no espaço interior
  • Entrada para os camarins dos artistas com largura suficiente
  • O espaço interior dos camarins não é muito grande
  • Cada camarim possui um WC com duche, mas não é acessível
  • As bancadas para colocar o material, com um lava-mãos, são rebaixadas
  • Elevador que liga o átrio dos camarins ao palco

montagem de 2 fotos. 1 delas é entrada para a sala que dá acesso aos camarins e tem uma rampa em madeira. Mostra 1 rapariga e um homem em cadeira de rods a passarem pela rampa. a 2 foto mostra um camarim com uma bancada e contem um lava-mãos. Em cima deste em um espelho grande

 Esta visita contemplou um percurso acessível a pessoas em cadeiras de rodas mas…

…E se na visita estivessem presentes pessoas cegas ou surdas?

Esta questão foi colocada a uma das organizadoras da visita pertencente à Acesso Cultura, que respondeu que ao tomarem conhecimento da especificidade das pessoas em causa no ato da inscrição, tentariam arranjar um acompanhante para a pessoa cega caso esta viesse desacompanhada, e para a pessoa surda tentariam encontrar um tradutor de língua gestual.

 

PARABÉNS FUNDAÇÃO CULTURGEST PELA AGRADÁVEL E ACESSÍVEL VISITA!

(1) Dimmers são dispositivos utilizados para variar a intensidade de uma lâmpada, controlando a intensidade da luz produzida pala mesma.

Anúncios

4 Respostas to “Os Bastidores da Culturgest”

  1. Helena Almeida 5 JunhoUTC000 às 140830 #

    Obrigada, Madalena, por mais este registo tão esclarecedor. Os bons exemplos devem ser divulgados! Beijinhos e continue a dar-nos notícias sobre acessiiidades.

  2. GUSTAVO FRANCO 5 JulhoUTC000 às 140730 #

    Boa tarde!
    Sou Turismologo e Cadeirante, moro no Brasil e vou casar em Janeiro. Gostaria muito de passar minha Lua de Mel em Lisboa e Algarve. Sempre que viajo encontro dificuldades de informações, vocês tem um guia de locais adaptados em Lisboa e Algarve? Podem me indicar hotéis acessíveis e com cadeira de rodas para banho?
    Aguardo o retorno, obrigado.
    Gustavo Franco – gcsfranco@gmail.com

    • Madalena Brandão 5 JulhoUTC000 às 140730 #

      Olá Gustavo

      Obrigado pelo seu contacto. Pode ver no link abaixo todos os locais acessíveis, desde alojamento até restauração. É um guia de acessibilidades em Portugal. http://www.portugalacessivel.com/default/home/id/1
      Espero que encontre o que deseja e passe uma excelente lua de mel.
      Atenciosamente,
      Pela equipa do Lisboa (In)Acessível
      Madalena Brandão

    • Elsa Margarida Pereira 5 JulhoUTC000 às 140930 #

      Sem querer menosprezar o site abaixo indicado e que considero bastante útil, sugeria-lhe consultar o booking.com. Também sou paraplégica e é por aí que vejo as fotos dos hotéis, condições, preços, etc. Não faço reservas pelo site, mas dá-me a oportunidade de conhecer um pouco de cada um. Depois contacto o hotel dirctamente e coloco todas as questões.
      Espero ter ajudado.
      Cumprimentos e votos de excelente lua de mel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: